PRECISAMOS FALAR SOBRE: DEPRESSÃO

Um, dois ou três remédios receitados.

Percebo que há algo errado quando me deparo com a escrivaninha com remédios que antes nunca havia ouvido se quer o nome, que há algo errado quando, ainda na farmácia o atendendente assustado olha por vezes seguidas dentro dos meus olhos, e talvez dentro de si perguntasse: Como pode alguém tão jovem, precisar de remédios como esses?

A vida é cheia de surpresas, boas e desagradáveis, e por vezes difíceis de entender quando essas mesmas se passam dentro da gente, vivemos em uma sociedade que infelizmente supõe que, quem tem depressão quer simplesmente chamar atenção, que não tem algo para fazer e por isso passa o dia trancado dentro do quarto, que quando diz que precisa de ajuda, está na verdade, fazendo “teatro”.

O difícil é que quando somos crianças achamos que essa vida de quase adulto, de quase completas responsabilidades é fácil, e que viver com isso será um ótimo aprendizado, mas esquecemos que cada um tem o seu jeito, somos exclusivos, e por isso seja tão difícil acharmos o nosso espaço nesse turbilhão de outras pessoas que também estão da mesma maneira que a nossa, eu queria tanto, tanto dizer que minha vida hoje é uma grande esfera de felicidade, alegria, realizações, transformações, atitudes, renovações, e principalmente aceitações, mas me preocupo quando vejo que a vida é tão complicada tão complicada, que quando paramos para pensar, não se encontra de fato uma se quer alternativa para assinalarmos que diz: – Calma vai dar tudo certo.

Não! Se você acha que durante sua trajetória encontrarás várias placas dizendo isso, gostaria de só nesse momento desmoronar esse seu grande e forte castelo chamado você, para procurar e principalmente encontrar placas assim a gente precisa acima de tudo, pensar que somos nós que devemos construí-las a cada pausa que damos para que pessoas que forem passar por essa mesma estrada receberem o apoio, que eu e você não tivemos.

Eu paro e me pergunto, mas como céus eu vim parar nesse estágio?

E só percebo que eu mesmo me direcionei a esse caminho, eu queria muito poder dizer que tudo é bom, e que tudo é maravilhoso, na verdade eu posso, e vou:

TUDO É MARAVILHOSO!

Mas não podemos de forma alguma ignorar aquilo que somos, aquilo que já passamos e aquilo que ainda algum dia iremos nos tornar, a vida é assim, eu sei que a maioria das pessoas se acostumam com problemas como depressão, mas não deveriam, quando reparei por exemplo que eu precisava de ajuda, meu corpo, minhas atitudes e principalmente a minha mente já mostravam isso há muito tempo, mas eu teimoso, teimava em dizer que não, tudo não passava de um grande engano e que logo a poeira iria baixar e que mais uma vez eu aprenderia a lidar com os problemas, mas, e quando a gente não aprende? E quando fazer isso é mais difícil de entender?

Não passe por isso sozinho, ela é tão, tão silenciosa, que mal percebemos o tamanho estrago que ela nos faz, cremos que isso tudo que chamamos de viver é absolutamente normal e passivo e de longe é algo a se tirar de letra, mas não posso ignorar que as coisas nem sempre são assim, eu estou passando por isso, minha vida nunca esteve tão atordoada como nos últimos meses, mudanças são boas mas demoramos a nos acostumar com todas elas, permita-se recomeçar mesmo que seja pela milésima vez, nem sempre é tão pra sempre assim.

Depressão é algo sério, não passe por isso sozinho!

10 COISAS QUE VOCÊ JÁ FEZ OU AINDA VAI FAZER

TENTAR COMER COMO UM CACHORRO

Quem nunca já tentou a proeza de tentar beber água, ou comer alguma coisa como se fosse um cachorro? HAHAHA.

FECHAR A PORTA DA GELADEIRA BEM DEVAGAR PRA VER A LUZ APAGAR

Quando eu era bem pequeno fazia isso quase todas as vezes que abria a geladeira, para mim era mágico saber que ao fechar a geladeira a luz de dentro dela se apagava.

ANDAR SEM PISAR NA LINHA

Era umas das minhas competições preferidas da infância, e o legal é que geralmente era junto com uma espécie de corrida, e quem pisasse na linha estava eliminado!

TENTAR FAZER OUTRA COISA ENQUANTO O MICROONDAS NÃO APITA

Colocar 30 segundos no microondas e tentar fazer outra coisa, como beber um copo de água, correr pela cozinha e voltar antes de apitar, quem nunca?

COMER MISTURA DO BOLO

Essa todo mundo já fez com toda certeza principalmente durante a infância! É quase um mandamento, sempre que sua mãe, avó, ou alguém estiver fazendo bolo era costume nosso ficar em volta para pedir a famosa “rapa” do bolo, e se não ganhássemos era tristeza na certa!

FINGIR QUE TEM UM SUPER PODER

Eu até hoje! HAHAHA Depois de assistir algum filme, ou série que envolve magia, ou poderes sempre tento fazer a mesma coisa que os personagens, não me considerem louco hein! Só gosto de ter certeza que não nasci com nada fora do comum.

FINGIR QUE ESTÁ DENTRO DE UM CLIPE DO SEU CANTOR FAVORITO

PRIMEIRO PASSO: Coloque fones de ouvido.

SEGUNDO PASSO: Você se imagina dentro do clipe do seu cantor favorito, e acha que esta arrasando nos passos, quando na verdade você está passando fiasco, ainda bem que na maioria das vezes é sozinho! Né?

BEBER ÁGUA DA JARRA

Vish, se a mãe chegar a ver isso hein! Todo mundo quando criança já teve preguiça de pegar o copo para beber água e acabou bebendo da jarra mesmo haha. Mas por favor, não faça isso hoje em dia, meu TOC não suportaria! haha

TENTAR SUBIR PELA ESCADA ROLANTE QUE DESCE

Parece confuso, mas todo mundo já teve uma experiência dessas! Tentar subir pela escada que desce, principalmente em algum shopping haha. Nunca consegui a façanha porque chega em um momento que eu simplesmente canso e não consigo mais, parabéns para quem já conseguiu.

TOMAR BANHO DE CHUVA

Saudade define! Eu adorava tomar banho de chuva, nossa, e pular naquelas poças enormes de água que se formavam? Não tem palavra que descreva tão bem a sensação de correr na chuva!

ENTÃO, VOCÊ JÁ FEZ ALGUMA DESSAS COISAS, LEMBRA DE ALGO QUE QUASE TODO MUNDO JÁ FEZ? ME CONTA!

EU JÁ SOFRI BULLYING – NÃO SEJA UM PORQUÊ

Eu queria muito que tudo isso aqui fosse um vídeo lá no meu novo canal, mas por enquanto vou deixar as coisas assim mesmo, até porque no momento eu me sinto muito mais confiante escrevendo do que falando por meio de vídeo.

Eu quero nada mais do que dividir a minha história com vocês, já me sinto preparado, falar um pouco da minha adolescência, parte da infância, e o tanto que as coisas que aconteceram comigo afetaram a minha vida.

Desde criança, até hoje uma coisa sempre me caracterizou, a timidez. Sempre fui uma pessoa muito tímida, e isso sempre fui uma dificuldade para mim, com o tempo eu achei que isso seria detalhe e iria passar despercebido, mas eu estava errado, a timidez piorou e com ela muitas inseguranças surgiram.

Desde a época da escola, nos primeiros anos, eu sentia que os meus colegas preferiam não andar comigo, era como se eu não existisse, sério, eu até hoje não entendi o que eles pensavam de mim, o que eles tinham contra, mas eu via que eles simplesmente me deixavam de lado.

O tempo passou e até que fiz alguns amigos (nada mais do que uns cinco) e a quantidade que eu fiz foi até bastante, muitas pessoas muitas vezes não conseguem nem isso, mas eu sentia que não era a mesma coisa sabe? Eu nunca fui escolhido por livre espontânea vontade para participar de um jogo por exemplo.

E quando eu precisava fazer algum trabalho em grupo por exemplo, muitas pessoas diziam que pelo menos eu tinha letra bonita pra fazer os cartazes, e era só. Isso me prejudicou ao ponto de ver que eu não servia para mais nada, e me machuca até hoje.

No dia dos pais por exemplo, sempre alguém fazia questão de lembrar que eu morava só com a minha mãe, e muitas vezes eu me sentia tão diferente por não ter um, porque todos os colegas conheciam seus pais e eu não? Porque logo eu tinha que ser diferente?

Em alguns jogos eu era colocado só porque estava sobrando, porque sempre era um dos últimos a ser escolhido. Tirando a timidez, e não saber praticar nenhum esporte eu sempre fui muito magro, e isso por um bom tempo serviu para alvo de muitas piadinhas de mal gosto.

pausa pra respirar…

Já ouviu falar que algumas lembranças por mais ruins que sejam nunca saem da sua cabeça? Pois bem, irei contar uma das minhas para você. Uma vez  na escola (6ª ou 7ª série) estávamos ensaiando para um festival de dança que acontece até hoje em dia, onde cada turma faz uma apresentação relacionada ao tema escolhido.

Durante um dos ensaios minha turma toda ensaiava dentro da sala de aula, e um colega meu, que sempre fazia piadinhas ao meu respeito, que me humilhava e muitas vezes me ameaçava de coisas estúpidas, me deu uma rasteira e me fez cair no chão, na frente de toda sala.

pausa pra respirar…

Resultado? Fora toda a humilhação por cair na frente de todos, com a queda forte e inesperada eu quebrei o braço direito em dois lugares. Foi um dos dias mais humilhantes para mim na época, porque na hora do tombo ninguém achou que eu havia mesmo quebrado o braço, e eu estava lá chorando de dor até que a professora viesse me ajudar.

Eu falo com toda sinceridade que nunca me senti tão inútil quanto aquele dia, era um sentimento de impotência, de não ser ninguém, de não fazer a diferença para absolutamente ninguém. É  a primeira vez que falo abertamente sobre isso.

Essa época foi a mais difícil, com toda certeza, porque mais que eu quisesse fazer parte de algum grupo, eu não conseguia. O ensino médio não foi lá grande coisa também, fiz poucos amigos, e quem achei que fosse amigo de verdade, logo se mostrou bem ao contrário, mas como já estava mais maduro, consegui lidar com certas coisas com mais facilidade, até porque já havia passado por coisa pior.

A série 13 reasons why mexeu comigo justamente por causa disso, porque me fez lembrar e repensar sobre tudo o que aconteceu comigo. Eu não tive grandes sequelas, fora o meu braço que tive até que fazer fisioterapia e até hoje não é mais o mesmo, mas a timidez passou a fazer ainda mais parte da minha vida, não consegui deixar para trás.

E sim, pensei muitas vezes em tirar a minha própria vida, muitas dessas vezes até pouco tempo atrás. Porque você para e pensa: Porque exatamente eu estou aqui? e nesses momentos infelizmente nenhum motivo bom para permanecer aqui aparece na sua mente, é uma mistura de medo, insegurança, desprazer na vida.

No momento atual da minha vida me sinto perdido novamente, confesso que perdi a vontade de fazer muitas coisas, mas me sinto apto a respirar todos os dias, para mostrar que posso chegar aonde eu bem entender e querer chegar. Depressão, e tantos outros problemas são doenças e precisam ser tratadas com acompanhamento médico, por isso se você estiver enfrentando algo não passe por isso sozinho.

Eu não sei em quantas pessoas esse post chegará, mas espero que entendas que o importante é valorizar-se, e ser grato, cuide de suas atitudes e de suas palavras, você não sabe o que se passa no coração e na cabeça do outro.

GRATIDÃO POR 13 REASONS WHY

E por favor, não seja um porquê.

ACREDITE NOS TEUS SONHOS

Eu sei que essa frase é bem clichê, mas precisamos concordar que ela é bem real, afinal se você não acreditar nos seus próprios sonhos, quem vai? É dessa realidade que eu estou falando, hoje em dia não se vê mais pessoas sonhando como antigamente, elas desistiram de si mesmas, do futuro.

E sim eu sei que o futuro é incerto e que diante dele existem mil possibilidades, mas precisamos acreditar que se fizermos agora, se plantarmos agora, colheremos amanhã, é a lei da vida. Então se eu posso dizer algo para você eu diria, ouse sonhar, porque você pode sim ir muito além disso.

Há poucos dias conheci a história de um certo senhor que durante a infância era muito pobre, vendia algumas coisas para ajudar dentro de casa, não ganhava muito, mas o pouco que ele ganhava, era a certeza de que pelo menos pão dentro de casa eles teriam, ele cresceu e sempre teve dentro de si o desejo de ser rico, morar em uma boa casa e não passar fome.

Vocês devem estar se perguntando o que aconteceu com o homem, pois bem. Ele cresceu e ao invés de permanecer intacto como muitas pessoas fazem, ele agiu. Ele ousou sonhar? Sim. Mas ao invés de sonhar ele também correu atrás e hoje ele é uma das pessoas mais bem sucedidas da minha cidade, mora praticamente em uma mansão, tem uma bela família, e é um representante de uma grande empresa nacional que já conquistou o mundo.

Ah wesley, mas isso acontece entre um em um milhão, não! Acontece com aqueles que querem, que estão dispostos, que sonham e realizam. Eu não sei por qual motivo você deixou de sonhar, mas espero que encontre alguma forma de reviver cada um deles, uma pessoa sem sonhos, não é uma pessoa completa, Eu sei que você pode! Nós podemos!

PRECISAMOS CONVERSAR SOBRE: DEPRESSÃO

É difícil aceitar, e quando aceitamos damos conta de que tudo está bagunçado, dei conta de que algo estava errado quando vi que passava mais tempo angustiado, triste, quieto, eu estava e ainda estou de certa forma abalado, todo mundo diz que é brincadeira, coisa de gente mimada, mas não, só quem passa por isso sabe como é complicado, depois de me cobrar tanto, decidi dar mais dois passos para trás e ver com os meus olhos o que estava acontecendo.

Ultimamente tenho me cobrado tanto para fazer tudo de uma só vez que depois de continuar tanto tempo assim, decidi começar tudo outra vez, do zero. Foi assim com o blog, foi assim com o canal, e novamente ontem (29.03) decidi excluir o que era o meu atual canal, preciso fazer as coisas sem cobranças, preciso me alimentar emocionalmente de forma correta, não acumulando coisas que me levam mais para o fundo do poço.

Depressão é algo sério, complicado, eu vi que gostar de se privar tanto não era normal, muito menos deixar de lado as sensações boas, pra dar lugar as ruins. Atualmente eu sou aquilo que nem eu sei me descrever, quero me conhecer novamente, mas como isso é possível? Nunca achei que essa doença um dia chegaria até mim, mas chegou, e preciso restabelecer a minha saúde mental para isso, assim como todos os dias, decidi começar outra vez.

ALGUMAS COISAS QUE EU JÁ APRENDI NESSA VIDA

Não que eu seja a pessoa mais experiente que a face da terra já viu, mais já passei por poucas e boas que valem a pena um post aqui no blog. O fato é que por mais novos que possamos ser, sempre passamos por algo que no final, nos dá alguma lição super importante pra vida.

SUA MÃE SEMPRE ESTARÁ CERTA

Não importa qual seja a sua opinião, o que você quiser fazer da sua vida. A sua mãe sempre está certa, não importa o quanto você brigue com ela, e o quanto você discordar da sua opinião, por incrível que pareça ela sempre esta fazendo o seu melhor. A minha parece que sabe o meu futuro, porque todas as vezes que tentei me ouvir e deixar a opinião dela de lado, aconteceu tudo ao contrário.

Por isso não a trate mal, porque você sabe muito bem que sempre é ela que pode te ajudar, todos precisamos entender isso, por mais grandes que possamos estar, elas são mais experientes que os filhos, e sabem o que falam. As mães jamais farão algo para prejudicar os seus filhos, não importa se você não gosta, isso não irá mudar. Continuar lendo

NÃO PERCA TEMPO PARA SER FELIZ

Nós, meros seres humanos cheios de sentimentos, temos tendência a cada vez mais nos sentirmos infelizes, solitários, cansados, e angustiados. É um balde cheio para quem quer se esbaldar, mas sinceramente?  Eu não quero ser uma dessas pessoas, me vejo além de qualquer problema, não porque me sinto superior, e sim porque sei que posso, se eu bem quiser, ultrapassar qualquer obstáculo.

Porque será que as pessoas tendem a esquecer a felicidade? Será que estão procurando em lugares certos? Sabe, eu por muito tempo procurei a felicidade nos outros, afim de querer me espelhar em algo que pra mim não passava de pura ilusão. O problema é que cada vez mais nos sentimos inferiores, e damos desculpas esfarrapadas para não sermos felizes de verdade.

Todos temos problemas, e o que muda de uma pessoa para outra é o modo que vemos cada um deles, se você der poder para que eles o derrotem, assim irá acontecer, se você se mantiver no poder não terá problema capaz de tocar na sua felicidade, afinal, a sua felicidade só depende exclusivamente de você.

Não perca tempo para ser feliz (mesmo que essa frase pareça ser clichê demais) assim como tudo, o tempo passa, as pessoas mudam, e o tempo que tu poderia ter aproveitado sendo feliz, acaba. Temos tendência a querer que só as coisas boas fazem parte da nossa vida, e esquecemos que tudo, tudo faz parte de algo que no final será bom. Tudo é um grande aprendizado.

Não imaginamos o poder que cada um de nós possui, o poder de sorrir e ver o melhor em tudo, mesmo que lá fora esteja caindo um temporal. Prefira sorrir, não só você se sentirá melhor, mas fara a diferença na vida daqueles que estão em sua volta, escolha ser feliz, não perca tempo, a vida passa rápido demais.

 

AONDE FOI QUE EU ERREI

Faz muito tempo que não me conheço, todos os dias quando me olho no espelho tenho a sensação de ter perdido mais um pouco de mim, ou daquilo que um dia eu fui, as pessoas não me entendem, e pra falar a verdade é até bom que isso não aconteça. Afinal só eu sei o que se passa dentro de mim.

As vezes me pergunto se o problema está comigo ou até mesmo se não sou eu o problema, e a única resposta que tenho é a do extremo silêncio que o meu próprio eu faz. Eu já acreditei em mim mesmo, e hoje depois de tanto tempo eu nem sei mais como isso foi capaz, aos meus olhos hoje, isso não passa de algo distante que temo não conquistar. Afinal, aonde foi que eu errei?

Em qual momento eu tomei a decisão errada? A verdade é que nada está errado, são os caminhos novos e estreitos no qual eu preciso desbravar que jogam em mim a incerteza de que não sou capaz, de que nunca fui capaz.

Pra ser sincero. Eu nem lembro a última vez que sorri de forma verdadeira, sem precisar esconder aquilo que de verdade eu estava sentindo e ainda sinto. É tão fácil acreditar em si mesmo, difícil é conseguir acreditar quando o “si mesmo” não passa de um grande temporal que teima em pairar em aquilo que um dia já foi paz.