MARCOS EXPULSO DO BBB

Então, eu jamais perderia a oportunidade de falar sobre um dos assuntos mais comentados desde ontem a noite, a expulsão do Brother Marcos da casa mais vigiada do Brasil. Porque, querendo ou não, já havia passado dos limites! A participação dele na casa nunca, eu disse nunca, me deixou a vontade, a maioria do pessoal que assiste de fora sempre percebeu o seu modo autoritário, de querer ser o foco principal.

Eu até estava achando muito estranho o fato de demorarem tanto para tomarem as devidas providências, porque na edição passada Ana Paula foi eliminada com um “tapa” e Marcos que fazia agressões físicas e também psicológicas permanecia a cada paredão com seu ar de deboche, inclusive ainda não consegui entender o fato de pessoas apoiarem as suas atitudes dele dentro da casa. Sempre tive uma visão do Marcos: Sempre dizia que conversar era a melhor opção, mas nunca soube fazer isso da maneira correta.

Depois de ter sido eliminado Marcos usou a sua conta do twitter para se pronunciar:

“Como todo casal passamos por momentos de alegria, ansiedade, euforia e tensão. Jamais tive a intenção de machucar física ou emocionalmente uma pessoa pela qual nutri tanto carinho e afeto. O programa tem um formato destinado a levar nosso emocional ao limite e consequentemente os nervos à flor da pele. Repito: Jamais tive a intenção de machucá-la ou agredí-la, estou surpreso com tudo que está acontecendo. Peço desculpas a todos os envolvidos, Emilly, sua família, demais participantes e a todo o Brasil”, disse ele.

Acabei de voltar do twitter nesse exato momento que escrevo e ainda percebo que pessoas apoiam o Marcos, tudo bem. Mas seria bom o suficiente que todas essas pessoas vissem não como fãs, mas como humanos o que aconteceu dentro da casa, não importa saber que ele fez isso porque estava estressado por causa do confinamento, atitudes assim mostram que ele não sabe nem se controlar, porque se soubesse, havia agido de maneira imparcial em o seu relacionamento com a Emilly.

Um homem não precisa mostrar a sua autoridade apontando o dedo para a pessoa que ama, um homem não precisa encurralar a pessoa que ama contra a parede e dizer palavras de ódio contra ela, porque se ele faz isso, nada do que ele demonstra quando esta “são” é verdadeiro.

Gostaria também de dizer que não torço pela Emilly, mas a considero uma forte candidata, e que esse post serve de apoio não só  a Emilly mas à todas as mulheres que a dia a dia sofrem nas mãos de homens autoritários, agressivos, e incapazes de manter um relacionamento saudável.

Eu digo não ao Machismo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s