O QUE EU ACHEI DO NOVO CD DA KATY PERRY?

Oi gente! quanto tempo não passo por aqui não é mesmo?

Ultimamente preferi me dedicar mais ao canal lá no youtube e dar um tempo para pensar sobre as coisas aqui do blog (por isso o sumiço total nos últimos meses), hoje resolvi falar sobre a minha opinião de forma geral ao CD Witness da Katy Perry.

Bom, o álbum tem várias pessoas que amaram (como eu) e também algumas outras que não gostaram nenhum pouco, mas é a vida não é mesmo? Nem sempre podemos agradar todo mundo, pra mim esse álbum foi o melhor da carreira da Katy Perry.

As músicas estão maduras, e ela abraçou de vez uma fase de amadurecimento em sua carreira que creio eu não ser passageira, é difícil pra mim escolher somente algumas músicas preferidas, mas acho que são Hey Hey Hey, Chained to the rythm, Swish Swish, Bon appétit, e Roulette.

Lá no canal saiu um vídeo meu reagindo ao CD inteiro! Confere lá:

Abraço!

PRECISAMOS FALAR SOBRE: DEPRESSÃO

Um, dois ou três remédios receitados.

Percebo que há algo errado quando me deparo com a escrivaninha com remédios que antes nunca havia ouvido se quer o nome, que há algo errado quando, ainda na farmácia o atendendente assustado olha por vezes seguidas dentro dos meus olhos, e talvez dentro de si perguntasse: Como pode alguém tão jovem, precisar de remédios como esses?

A vida é cheia de surpresas, boas e desagradáveis, e por vezes difíceis de entender quando essas mesmas se passam dentro da gente, vivemos em uma sociedade que infelizmente supõe que, quem tem depressão quer simplesmente chamar atenção, que não tem algo para fazer e por isso passa o dia trancado dentro do quarto, que quando diz que precisa de ajuda, está na verdade, fazendo “teatro”.

O difícil é que quando somos crianças achamos que essa vida de quase adulto, de quase completas responsabilidades é fácil, e que viver com isso será um ótimo aprendizado, mas esquecemos que cada um tem o seu jeito, somos exclusivos, e por isso seja tão difícil acharmos o nosso espaço nesse turbilhão de outras pessoas que também estão da mesma maneira que a nossa, eu queria tanto, tanto dizer que minha vida hoje é uma grande esfera de felicidade, alegria, realizações, transformações, atitudes, renovações, e principalmente aceitações, mas me preocupo quando vejo que a vida é tão complicada tão complicada, que quando paramos para pensar, não se encontra de fato uma se quer alternativa para assinalarmos que diz: – Calma vai dar tudo certo.

Não! Se você acha que durante sua trajetória encontrarás várias placas dizendo isso, gostaria de só nesse momento desmoronar esse seu grande e forte castelo chamado você, para procurar e principalmente encontrar placas assim a gente precisa acima de tudo, pensar que somos nós que devemos construí-las a cada pausa que damos para que pessoas que forem passar por essa mesma estrada receberem o apoio, que eu e você não tivemos.

Eu paro e me pergunto, mas como céus eu vim parar nesse estágio?

E só percebo que eu mesmo me direcionei a esse caminho, eu queria muito poder dizer que tudo é bom, e que tudo é maravilhoso, na verdade eu posso, e vou:

TUDO É MARAVILHOSO!

Mas não podemos de forma alguma ignorar aquilo que somos, aquilo que já passamos e aquilo que ainda algum dia iremos nos tornar, a vida é assim, eu sei que a maioria das pessoas se acostumam com problemas como depressão, mas não deveriam, quando reparei por exemplo que eu precisava de ajuda, meu corpo, minhas atitudes e principalmente a minha mente já mostravam isso há muito tempo, mas eu teimoso, teimava em dizer que não, tudo não passava de um grande engano e que logo a poeira iria baixar e que mais uma vez eu aprenderia a lidar com os problemas, mas, e quando a gente não aprende? E quando fazer isso é mais difícil de entender?

Não passe por isso sozinho, ela é tão, tão silenciosa, que mal percebemos o tamanho estrago que ela nos faz, cremos que isso tudo que chamamos de viver é absolutamente normal e passivo e de longe é algo a se tirar de letra, mas não posso ignorar que as coisas nem sempre são assim, eu estou passando por isso, minha vida nunca esteve tão atordoada como nos últimos meses, mudanças são boas mas demoramos a nos acostumar com todas elas, permita-se recomeçar mesmo que seja pela milésima vez, nem sempre é tão pra sempre assim.

Depressão é algo sério, não passe por isso sozinho!

ESTE SOU EU

241257e1-8563-442b-a850-56e63f1ccdbd

Este sou eu, diferente de ontem, diferente hoje, e diferente amanhã. Digamos que sou uma mistura daquilo que sou com aquilo que já fui, cresci, amadureci, fiz escolhas, desfiz caminhos, ultrapassei obstáculos, me encantei pela vida, e fiz dela um lugar de morada.

Encarei os obstáculos com força, afinal precisei passar por cada um deles para que pudesse chegar até aqui, encarei as quedas não como uma derrota mas fiz de cada uma delas um aprendizado diferente, já abafei o choro com o travesseiro pra ninguém ouvir, já achei ter chegado no fundo do poço, já tive desgosto.

Já acreditei em quem não devia, e mergulhei em pessoas rasas, já pulei tentando pegar uma estrela, já me imaginei flutuando no espaço, já fiz questão de abraçar duas vezes, e de ler duas vezes o mesmo parágrafo, já anotei tarefas em folhas e desfiz com um amasso, já abatumei vários bolos, já gritei comigo mesmo, e sentei na terra molhada.

Já chorei, solucei, me entreguei, e me arrependi, já deixei pessoas me tocarem, já deixei pessoas me amarem, e já deixei que algumas dessas mesmas me enganassem. Já enviei carta nos tempos de hoje, já sujei o nome nessa idade, bebi mais do que devia, e demorei mais de uma hora em um banho.

Já fui criança e hoje sou jovem, jovem com alma de criança, criança com corpo de jovem, fotografei vários momentos, vivi vários momentos que de tão grandes não couberam em uma foto. Já xinguei quem não devia, me estressei por pouca coisa, deixei de comer mesmo estando com fome, dormi sem lençol na cama, já fui até o fundo do poço, mas voltei, porque lá o ambiente era pouco decorado.

Cantei sem ouvir, ouvi o que não precisa escutar, dancei sem música, porque a música na verdade ninguém mais do que eu mesmo podia escutar, música boa, tum tum, música do coração ele me dizia que precisava sonhar. O sonho me disse que deixasse de lado, qualquer empecilho, e voltasse a acreditar na vida, dela vale a pena o esforço e também o acreditar.

Já fui mais sensível, consegui nadar sem me afogar, já fui levado pela onda mesmo querendo ficar, já senti muitas dores e delas nem quero lembrar, mas este sou eu, menino que sonha, garoto com alma de criança, que chegou no fundo do poço e voltou a acreditar que não vale o esforço, se não tiver pelo o que sonhar.

DOBRAR SEUS LIKES E SEGUIDORES NO INSTAGRAM?

Vocês sabiam que existe uma forma que muita gente conhece e ainda teima em usar para crescer o engajamento no Instagram? Estou falando do uso das Hashtags! E sim elas são responsáveis pela interação das suas fotos, assim suas fotos podem chegar para mais pessoas, em um número e alcance bem maior, existem inúmeras delas, e para que o seu engajamento funcione corretamente você precisa usá-las da maneira correta.

Pesquisas mostram que usando pouco mais de 5 hashtags sua fotos já tem um bom alcance, pessoas que você nem conhece terão acesso a sua fotos, afinal quando se coloca uma hashtag em sua foto ela automaticamente torna-se um link, se alguma pessoa usar a mesma, ou pesquisar encontrará a sua foto nas pesquisas. Não é bacana isso? Assim você passa rapidamente para um número maior de curtidas, e quem gostar das suas fotos tem grande chance de se tornar um seguidor.

QUER SABER QUAIS HASHTAGS USAR? SEPAREI ALGUMAS DELAS PARA VOCÊ SEPARADAS POR ALGUNS TEMAS ESPECÍFICOS:

BLOG:

#ontheblog, #blogueiro, #bogueira, #blogger, #bloggervibes, #blogsociety, #blogbffs, #bloggersofinstagram, #bloggerlife, #soublogueiro.

FOTOGRAFIA:

#photooftheday, #picoftheday, #vsco #fotografia, #foto, #photodaily,#fotododia, #photographysouls, #pursuitofportraits, #makeportraits #edit, #feed.

ESTILO DE VIDA:

#influenciadordigital, #influencer #influencerdigital, #darlingmovement, #darlingweekend, #thehappynow, #petitejoys, #livethelittlethings, #livecolorfully, #marketing.

COMIDA:

#food, #comida, #oodie, #yummy, #yum, #noms, #nom, #nomnom, #delicious, #foodporn, #chefmode, #hungry, #cleaneating, #eatclean , #glutenfree, #paleo, #healthyfood.

BELEZA:

#makeupaddict, #makeupmafia, #makeupfan, #instamakeup, #hairinspiration, #makeupbyme, #hairgoals,  #instanails, #nailstagram #linda, #maquiagem, #bonita, #beleza.
FASHION:

#ootd, #moda, #roupa, #ootdshare, #ootdmagazine, #ootddaily, #ootdfashion, #fashion,#fashionblogger, #fashionista, #fashionbag, #fashionable, #fashionmen, #fashionart, #fashionblog, #fashiongram, #fashionweek, #fashiongirl, #fashionjewelry, #fashionkids, #whatiwore, #whatiworetoday, #whatiworelastnight, #whatiworewednesday, #haute, #hautecouture, #hautelife.

 

OBS: Não utiliza as famosas #sdv #sigodevolta ou qualquer outra que peça seguidores, likes, etc. Faça uma boa interação, pois na maioria das vezes os seguidores que você irá conseguir com essas, logo deixarão de te seguir.
Eu não utilizo tantas hashtags porque acho que polui um pouco para quem vê por isso não abuse delas, seja discreto, relacione o conteúdo das suas fotos com o uso delas, não coloque uma que não condiz com a sua foto, e sempre utilize hashtags em português também, não coloque só hashtags em inglês.
AS HASHTAGS QUE EU MAIS USO:
#photooftheday, #vsco, #fotografia, #edit, #foto, #bomdia #goodmorning, #manhã, #morning, #boatarde, #goodafternoom, #boanoite, #goodnight, #night, #noite, #feedclean #white, #me, #boy, #men, #garoto, #mo?del, #blogueiro, #blogger.
Entre outras que dependem muito da foto que será postada.
Então, você costuma utilizar hashtags? Se não, porque não começar já na próxima foto que irá postar? Elas auxiliam muito no nosso engajamento não só no Instagram, mas em todas as redes sociais! Gostou do post? Me diga!
ME SEGUE NO INSTAGRAM: @luzzwesley
Se me visitar diz que veio do post do blog ❤

10 COISAS QUE VOCÊ JÁ FEZ OU AINDA VAI FAZER

TENTAR COMER COMO UM CACHORRO

Quem nunca já tentou a proeza de tentar beber água, ou comer alguma coisa como se fosse um cachorro? HAHAHA.

FECHAR A PORTA DA GELADEIRA BEM DEVAGAR PRA VER A LUZ APAGAR

Quando eu era bem pequeno fazia isso quase todas as vezes que abria a geladeira, para mim era mágico saber que ao fechar a geladeira a luz de dentro dela se apagava.

ANDAR SEM PISAR NA LINHA

Era umas das minhas competições preferidas da infância, e o legal é que geralmente era junto com uma espécie de corrida, e quem pisasse na linha estava eliminado!

TENTAR FAZER OUTRA COISA ENQUANTO O MICROONDAS NÃO APITA

Colocar 30 segundos no microondas e tentar fazer outra coisa, como beber um copo de água, correr pela cozinha e voltar antes de apitar, quem nunca?

COMER MISTURA DO BOLO

Essa todo mundo já fez com toda certeza principalmente durante a infância! É quase um mandamento, sempre que sua mãe, avó, ou alguém estiver fazendo bolo era costume nosso ficar em volta para pedir a famosa “rapa” do bolo, e se não ganhássemos era tristeza na certa!

FINGIR QUE TEM UM SUPER PODER

Eu até hoje! HAHAHA Depois de assistir algum filme, ou série que envolve magia, ou poderes sempre tento fazer a mesma coisa que os personagens, não me considerem louco hein! Só gosto de ter certeza que não nasci com nada fora do comum.

FINGIR QUE ESTÁ DENTRO DE UM CLIPE DO SEU CANTOR FAVORITO

PRIMEIRO PASSO: Coloque fones de ouvido.

SEGUNDO PASSO: Você se imagina dentro do clipe do seu cantor favorito, e acha que esta arrasando nos passos, quando na verdade você está passando fiasco, ainda bem que na maioria das vezes é sozinho! Né?

BEBER ÁGUA DA JARRA

Vish, se a mãe chegar a ver isso hein! Todo mundo quando criança já teve preguiça de pegar o copo para beber água e acabou bebendo da jarra mesmo haha. Mas por favor, não faça isso hoje em dia, meu TOC não suportaria! haha

TENTAR SUBIR PELA ESCADA ROLANTE QUE DESCE

Parece confuso, mas todo mundo já teve uma experiência dessas! Tentar subir pela escada que desce, principalmente em algum shopping haha. Nunca consegui a façanha porque chega em um momento que eu simplesmente canso e não consigo mais, parabéns para quem já conseguiu.

TOMAR BANHO DE CHUVA

Saudade define! Eu adorava tomar banho de chuva, nossa, e pular naquelas poças enormes de água que se formavam? Não tem palavra que descreva tão bem a sensação de correr na chuva!

ENTÃO, VOCÊ JÁ FEZ ALGUMA DESSAS COISAS, LEMBRA DE ALGO QUE QUASE TODO MUNDO JÁ FEZ? ME CONTA!

TUDO ESTÁ ERRADO?

Eu sei que o que vou dizer aqui vai parecer infantil, mas… Eu sei que as vezes parece que tudo vai dar errado. E muita gente já deve ter dito essa frase para si mesmo, ou já ouviu falar em algum lugar, mas tudo bem, faz parte do que somos, e do que acreditamos. Em meio aos problemas, sempre achamos que tudo vai dar errado e que tudo pode ainda sim piorar ainda mais, a única diferença entre mim e você é que talvez você não enxergue os problemas da maneira que eu os enxergo.

A minha vida nunca foi tão tumultuada como nos últimos meses, nunca tive tantos problemas de uma só vez, sabe aquela famosa sensação de que o mundo esta sobre os seus ombros e com o peso você não consegue nem mais caminhar? As vezes parece que não carrego só o mundo, e sim qualquer outra coisa que também possa caber, eu até tento prosseguir como se o peso não atrapalhasse mas as vezes é impossível disfarçar tamanha dor por causa do esforço.

Digamos que ultimamente, minha vida esta num patamar que nunca planejei, e creio que ninguém planejaria, ok, problemas, todo mundo tem um par deles, e sim eu sei que eles causam uma boa dor de cabeça, mas já pensou que mesmo que os problemas sejam tão grandes e quase impossíveis de se resolverem, eles no final trazem consigo sempre um aprendizado maior? É sempre assim, a gente acha que vai morrer no final da trajetória haha, mas durante ela aprendemos as coisas mais importantes que pudemos aprender durante a vida.

Basta somente ver os problemas com outros olhos, de uma maneira diferente, se você enxergar o problema como algo que irá te derrubar e pisar em cima de você, assim será, agora se você enxergar o problema como mais um degrau durante a tua caminhada, assim ele será. Problemas são fáceis de se resolverem quando olhamos para eles como se nós fôssemos os predadores, e não eles. A grande diferença esta em como os enfrentamos, não importa o tempo que ele permanecera em sua vida.

E é o tempo, que muitas vezes interfere no nosso aprendizado, ele é o nosso grande aliado, não veja o seu problema como um buraco na qual você esta prestes a cair, e sim em um degrau que fará você subir ainda mais alto!

 

NÃO SE APEGA?

Vocês já ouviram alguém dizer que a gente não pode se apegar, tipo, “não se apega não”? Eu sempre tento entender os motivos de alguém quando diz isso, porque sério, para mim é muito complicado isso. Na minha opinião é bem pelo contrário, não vejo problema nenhum em se apegar, em se apaixonar e querer a pessoa pertinho de si, em fazer novos amigos, porque se apegar é só o resultado de tudo o que você vai viver.

Pare de dizer: não se apega! Porque hoje em dia são poucas as pessoas que demonstram sentimentos, o amor se esfriou tanto nos últimos tempos, que quando encontramos alguém que esta disposto realmente a demonstrar que esta conosco porque se sente bem e quer a gente ainda mais perto, da uma vontade imensa de colocar essa pessoa num pedestal.

Ah Wesley, mas até parece que você nunca se apegou e depois se ferrou!

Mas de todas as vezes que eu me apeguei em alguém e a pessoa não soube valorizar a minha amizade, ou o meu sentimento, eu percebi que independente se o final da história era como eu esperava que fosse ou não, sempre sai dele mais forte, não importa se você vai se ferrar, literalmente, é só assim que você não irá se arrepender de não ter feito algo, eu acho errado sim não se apegar, em não querer retribuir os sentimentos.

Imagina se agora cada pessoa pensasse como você, será que seria legal mesmo não se apegar? Porque as pessoas sentem tanto medo de sofrer? Toda vez que alguma coisa foge do meu controle eu percebo que elas tinham um prazo de validade, e mesmo que tenha com o tempo acabado, eu nunca vou precisar dizer que não tentei, que não senti, e que não fui reciproco.

Imagina só quantas coisas você não viveu, sentiu ou compartilhou simplesmente com o medo de se apegar? Sabe, a vida é muito mais do que isso, e mesmo que não dê certo, cada experiência é importante e vai te fazer mais forte, e muitas vezes mostrar que são coisas simples que fazem a diferença.

São em alguns “apegos” que conseguimos as maiores sortes.

 

MARCOS EXPULSO DO BBB

Então, eu jamais perderia a oportunidade de falar sobre um dos assuntos mais comentados desde ontem a noite, a expulsão do Brother Marcos da casa mais vigiada do Brasil. Porque, querendo ou não, já havia passado dos limites! A participação dele na casa nunca, eu disse nunca, me deixou a vontade, a maioria do pessoal que assiste de fora sempre percebeu o seu modo autoritário, de querer ser o foco principal.

Eu até estava achando muito estranho o fato de demorarem tanto para tomarem as devidas providências, porque na edição passada Ana Paula foi eliminada com um “tapa” e Marcos que fazia agressões físicas e também psicológicas permanecia a cada paredão com seu ar de deboche, inclusive ainda não consegui entender o fato de pessoas apoiarem as suas atitudes dele dentro da casa. Sempre tive uma visão do Marcos: Sempre dizia que conversar era a melhor opção, mas nunca soube fazer isso da maneira correta.

Depois de ter sido eliminado Marcos usou a sua conta do twitter para se pronunciar:

“Como todo casal passamos por momentos de alegria, ansiedade, euforia e tensão. Jamais tive a intenção de machucar física ou emocionalmente uma pessoa pela qual nutri tanto carinho e afeto. O programa tem um formato destinado a levar nosso emocional ao limite e consequentemente os nervos à flor da pele. Repito: Jamais tive a intenção de machucá-la ou agredí-la, estou surpreso com tudo que está acontecendo. Peço desculpas a todos os envolvidos, Emilly, sua família, demais participantes e a todo o Brasil”, disse ele.

Acabei de voltar do twitter nesse exato momento que escrevo e ainda percebo que pessoas apoiam o Marcos, tudo bem. Mas seria bom o suficiente que todas essas pessoas vissem não como fãs, mas como humanos o que aconteceu dentro da casa, não importa saber que ele fez isso porque estava estressado por causa do confinamento, atitudes assim mostram que ele não sabe nem se controlar, porque se soubesse, havia agido de maneira imparcial em o seu relacionamento com a Emilly.

Um homem não precisa mostrar a sua autoridade apontando o dedo para a pessoa que ama, um homem não precisa encurralar a pessoa que ama contra a parede e dizer palavras de ódio contra ela, porque se ele faz isso, nada do que ele demonstra quando esta “são” é verdadeiro.

Gostaria também de dizer que não torço pela Emilly, mas a considero uma forte candidata, e que esse post serve de apoio não só  a Emilly mas à todas as mulheres que a dia a dia sofrem nas mãos de homens autoritários, agressivos, e incapazes de manter um relacionamento saudável.

Eu digo não ao Machismo!

EU JÁ SOFRI BULLYING – NÃO SEJA UM PORQUÊ

Eu queria muito que tudo isso aqui fosse um vídeo lá no meu novo canal, mas por enquanto vou deixar as coisas assim mesmo, até porque no momento eu me sinto muito mais confiante escrevendo do que falando por meio de vídeo.

Eu quero nada mais do que dividir a minha história com vocês, já me sinto preparado, falar um pouco da minha adolescência, parte da infância, e o tanto que as coisas que aconteceram comigo afetaram a minha vida.

Desde criança, até hoje uma coisa sempre me caracterizou, a timidez. Sempre fui uma pessoa muito tímida, e isso sempre fui uma dificuldade para mim, com o tempo eu achei que isso seria detalhe e iria passar despercebido, mas eu estava errado, a timidez piorou e com ela muitas inseguranças surgiram.

Desde a época da escola, nos primeiros anos, eu sentia que os meus colegas preferiam não andar comigo, era como se eu não existisse, sério, eu até hoje não entendi o que eles pensavam de mim, o que eles tinham contra, mas eu via que eles simplesmente me deixavam de lado.

O tempo passou e até que fiz alguns amigos (nada mais do que uns cinco) e a quantidade que eu fiz foi até bastante, muitas pessoas muitas vezes não conseguem nem isso, mas eu sentia que não era a mesma coisa sabe? Eu nunca fui escolhido por livre espontânea vontade para participar de um jogo por exemplo.

E quando eu precisava fazer algum trabalho em grupo por exemplo, muitas pessoas diziam que pelo menos eu tinha letra bonita pra fazer os cartazes, e era só. Isso me prejudicou ao ponto de ver que eu não servia para mais nada, e me machuca até hoje.

No dia dos pais por exemplo, sempre alguém fazia questão de lembrar que eu morava só com a minha mãe, e muitas vezes eu me sentia tão diferente por não ter um, porque todos os colegas conheciam seus pais e eu não? Porque logo eu tinha que ser diferente?

Em alguns jogos eu era colocado só porque estava sobrando, porque sempre era um dos últimos a ser escolhido. Tirando a timidez, e não saber praticar nenhum esporte eu sempre fui muito magro, e isso por um bom tempo serviu para alvo de muitas piadinhas de mal gosto.

pausa pra respirar…

Já ouviu falar que algumas lembranças por mais ruins que sejam nunca saem da sua cabeça? Pois bem, irei contar uma das minhas para você. Uma vez  na escola (6ª ou 7ª série) estávamos ensaiando para um festival de dança que acontece até hoje em dia, onde cada turma faz uma apresentação relacionada ao tema escolhido.

Durante um dos ensaios minha turma toda ensaiava dentro da sala de aula, e um colega meu, que sempre fazia piadinhas ao meu respeito, que me humilhava e muitas vezes me ameaçava de coisas estúpidas, me deu uma rasteira e me fez cair no chão, na frente de toda sala.

pausa pra respirar…

Resultado? Fora toda a humilhação por cair na frente de todos, com a queda forte e inesperada eu quebrei o braço direito em dois lugares. Foi um dos dias mais humilhantes para mim na época, porque na hora do tombo ninguém achou que eu havia mesmo quebrado o braço, e eu estava lá chorando de dor até que a professora viesse me ajudar.

Eu falo com toda sinceridade que nunca me senti tão inútil quanto aquele dia, era um sentimento de impotência, de não ser ninguém, de não fazer a diferença para absolutamente ninguém. É  a primeira vez que falo abertamente sobre isso.

Essa época foi a mais difícil, com toda certeza, porque mais que eu quisesse fazer parte de algum grupo, eu não conseguia. O ensino médio não foi lá grande coisa também, fiz poucos amigos, e quem achei que fosse amigo de verdade, logo se mostrou bem ao contrário, mas como já estava mais maduro, consegui lidar com certas coisas com mais facilidade, até porque já havia passado por coisa pior.

A série 13 reasons why mexeu comigo justamente por causa disso, porque me fez lembrar e repensar sobre tudo o que aconteceu comigo. Eu não tive grandes sequelas, fora o meu braço que tive até que fazer fisioterapia e até hoje não é mais o mesmo, mas a timidez passou a fazer ainda mais parte da minha vida, não consegui deixar para trás.

E sim, pensei muitas vezes em tirar a minha própria vida, muitas dessas vezes até pouco tempo atrás. Porque você para e pensa: Porque exatamente eu estou aqui? e nesses momentos infelizmente nenhum motivo bom para permanecer aqui aparece na sua mente, é uma mistura de medo, insegurança, desprazer na vida.

No momento atual da minha vida me sinto perdido novamente, confesso que perdi a vontade de fazer muitas coisas, mas me sinto apto a respirar todos os dias, para mostrar que posso chegar aonde eu bem entender e querer chegar. Depressão, e tantos outros problemas são doenças e precisam ser tratadas com acompanhamento médico, por isso se você estiver enfrentando algo não passe por isso sozinho.

Eu não sei em quantas pessoas esse post chegará, mas espero que entendas que o importante é valorizar-se, e ser grato, cuide de suas atitudes e de suas palavras, você não sabe o que se passa no coração e na cabeça do outro.

GRATIDÃO POR 13 REASONS WHY

E por favor, não seja um porquê.

ME AME

Sim, me ame quando ninguém estiver vendo, sem questionamentos, sem rodeios, somente me ame como na primeira vez, como na primeira vez que nos vimos e já pude sentir algo novo, incondicional. Não, não me questione, eu só preciso de você aqui, mais uma vez, me ame, verdadeiramente, como essas duas palavras que se completam, eu sei que você precisa de mim.

Eu sei que você ainda pensa em mim, mesmo que já não tenhamos nada, eu vejo nos seus olhos o que você não consegue dizer, quando foi mesmo que tu deu voz aos outros e esqueceu de ouvir o próprio coração? Eu só peço que me ame novamente, somente mais uma vez, mostre que se importa, e que ainda estamos ligados de alguma forma, você se lembra que seus amigos diziam que um completava o outro?

E você foi o outro? Ou só alguém que acho que nunca conheci? Você esteve alguma vez aqui quando precisei? Quando foi que pude sentir seu cheiro verdadeiramente? Onde foi que errei para que tudo isso chegasse nesse ponto, e porque terminou comigo justamente por telefone? Desculpa, mas eu tinha sentimentos, tenho. Mas hoje não consigo mais te ver sem sentir certo enjoo.

Achei que você e eu formássemos uma dupla imbatível, mas agora entendo porque as colunas desse relacionamento eram tão fracas, só eu estava disposto. Não me diga que não me usou, sim você me usou, me transformou em uma papel de chiclete e me jogou fora, agora eu sou o seu lixo, ou talvez sempre fui, aonde foi mesmo que eu errei? Ou era você o errado da história?

Sem questionamentos, eu só precisava ver o seu rosto, mesmo que de longe, e saber que você continua a mesma pessoa, aquela mesma, que um dia tive coragem de amar, não, não fique preocupado comigo, eu estou bem, só precisei conhecer você para não cometer o mesmo erro, afinal, tudo, é um grande aprendizado.